terça-feira, 1 de novembro de 2016

Raquel Lyra diz que 1ª medida como prefeita será 'enfrentar a violência'

      


     Primeira mulher a ser eleita prefeita na história de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) conquistou 93.803 votos no domingo (30), o que corresponde a 53,15% dos votos válidos (excluindo brancos e nulos). Após a vitória, a tucana afirmou que vai fazer a transição de governo como está na lei complementar. "Tive a oportunidade de criar [a lei complementar] aqui em Pernambuco. [Quero] assumir a gestão de modo tranquilo e poder trabalhar com muita transparência e com muito diálogo", disse em entrevista ao G1.

     Ao G1, ela informou qual será a primeira medida que ela adotará ao assumir a gestão municipal em 1º de janeiro de 2017. "Enfrentar a questão da violência para devolver a tranquilidade da nossa gente. É isso o que o povo de Caruaru está precisando nesse primeiro momento", afirmou.

     A nova prefeita ainda ressaltou que ficou feliz porque a população de Caruaru entendeu a mensagem que ela passou durante o período de campanha. "Nós levamos o nosso diálogo sobre o futuro da nossa cidade, sei que representamos o futuro de Caruaru. Nossa proposta é de unir a nossa cidade sem enxergar cores partidárias e a população compreendeu. Nós vamos unir Caruaru sem poder distinguir centro, periferia e zona rural. Vamos mudar a vida das pessoas onde elas vivem, construindo junto com elas", ressaltou.