terça-feira, 1 de novembro de 2016

Piloto de 'cinquentinha' sem carteira será multado a partir desta terça

Infração é considerada gravíssima e condutor deverá pagar R$ 880,40.
Falta de licença gera multa de R$ 293,47; PE emplacou 85% das motos.

Cobrança de habilitação para pilotar 'cinquentinhas' entra em vigor nesta terça 
      A partir desta terça-feira (1º), o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) vai punir os condutores de ciclomotores que circularem pelas ruas, avenidas e estradas do estado sem habilitação ou registro. Isso vale, sobretudo, para quem pilota as motos de até cinquenta cilindradas, conhecidas como cinquentinhas.
     Quem for flagrado pilotando uma cinquentinha sem a habilitação especifica, a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) ou a Carteira Nacional de Habilitação do Tipo A, será enquadrado na nova Lei 13.281/2016. A partir desta terça, as multas estarão mais caras.
       Pilotar uma cinquentinha sem habilitação é considerada uma infração gravíssima. O valor é multiplicado por três. Assim, o condutor terá que desembolsar R$ 880,40. Além disso, perde sete pontos na carteira. Para o caso de pilotar a moto de até 50 cilindradas, a multa é gravíssima e vale R$ 293, 47.