quinta-feira, 19 de julho de 2018

Precisamos Falar de 2020 Agora?



       Podemos Afirmar que neste momento o Grupo Boca Preta vivencia um lapso de calmaria que é raríssimo durante o tempo do mandato do Prefeito Edson Vieira. Com o asfaltamento de ruas e avenidas, requalificação de Escolas e a Saúde indo muito bem, as conversas para a sucessão de Edson Vieira poderão esperar mais um pouco. 

     Dois Nomes são bastante repetidos e lembrados nos "corredores" do grupo que são Joselito Pedro Secretário de Educação e Dida de Nam que é atual Vice Prefeito; Ambos tem feito ótimos trabalhos e suas pastas respectivamente, contudo Joselito sai um pouco frente pois é mais "Dinâmico"  e sera com toda certeza "testa de ferro" nas eleições de 2018, já visando dar mais robustez ao seu nome para 2020.

        

        

Novela Taboquinha, Episodio do Momento: "Não precisamos só de 915 votos"



       As Eleições de 2016 deixaram um "gostinho de quero mais" no grupo denominado Taboquinha, apesar da derrota nas urnas por apenas 914 votos o grupo ficou satisfeito e ensaiou uma união mais duradoura.

       Passado a eleição problemas internos e rachaduras expostas dentro do próprio grupo novamente deixam em cheque a força de "união" do grupo que vê seus vereadores se dividirem no apoio da Pré Candidatura de José Augusto Maia que era ate então o NOME de união para 2018, e o nome do Deputado Estadual Diogo Moraes que esta ensaiando uma volta politica ao Grupo ou quem sabe liderar uma nova força chamada de "3ª VIA";

       Mostrando uma fragilidade imensa o Ex-Prefeito José Augusto Maia praticamente esta inercio observando o tempo passar e "pedindo" que alguma coisa aconteça para que ele retire sua candidatura para que não seja jogada a "ultima pá de Terra" em sua longa história politica.

       O que esta ficando explicito é que os "taboquinhas" vão ter que lutar muito para conseguir ao menos repetir os bons números nas urnas e ainda mais para conquistar mais adeptos e simpatizantes de suas idéias para quem sabe assim um dia voltar a Governar Santa Cruz Do Capibaribe.

Sem crise, Paulo Câmara paga para padres cantarem em festa da própria Igreja Católica



Sem alarde e sem crise financeira, o governo Paulo Câmara (PSB) pagou 50 mil reais por dois padres católicos cantarem na tradicional festa da Igreja Católica de Nossa Senhora do Carmo, que ocorreu em 15 de julho em Recife.
Os valores foram pagos através da Empetur.
A autorização foi dada em julho, dias antes da festa da igreja.
Os padres Damião Silva e João Carlos, famosos padres cantores, foram remunerados pelo Estado para cantarem em uma festa da própria igreja onde são sacerdotes.
Um jurista, ouvido sob reserva, disse que isso poderia supostamente caracterizar improbidade, pois seria promoção de uma religião específica.
O jurista, sempre sob reserva, lembra que a festa de Nossa Senhora do Carmo nunca foi uma festa de turistas, sendo um evento estritamente religioso, por isso não viu justificativa para o gasto com os padres.
Em 2018, Paulo Câmara compareceu na Igreja, em companhia do prefeito Geraldo Júlio (PSB).
Ao JC, Paulo Câmara ressaltou que vai anualmente para a Festa do Carmo pedir proteção e dias melhores, e que isso se faz ainda mais necessário diante do momento de dificuldade que o país passa.
“A gente tem sempre que estar trabalhando e ao mesmo tempo rezando e pedindo a Deus proteção para que a gente possa ter força cada vez maior de cuidar do nosso povo, da nossa gente e Nossa Senhora do Carmo está sempre olhando pelo Recife e por todo Pernambuco”, afirmou o chefe do Executivo Estadual.
O prefeito do Recife Geraldo Julio afirmou que a missa transmitiu um desejo de renovação.
“Fica uma mensagem de esperança por um futuro melhor para o nosso País e para que a gente possa ter um ano melhor diante das dificuldades pelas quais o País vem passando”, contou o prefeito.




Lula Dispara em Pesquisas em Pernambuco e Bolsonaro não "se cria".





Lula lidera com folga em Pernambuco
Força do ex-presidente no estado é ratificada junto a perfis diferentes de eleitores, mas em disputa sem o petista quem ganha é Marina Silva (Rede)
As intenções de voto espontâneas para presidente sinalizam a força do ex-presidente Lula em Pernambuco. Lula aparece em primeiro lugar, com 41% das intenções de votos, seguido distantemente por Jair Bolsonaro com 9%, Ciro Gomes, com 2%, e os demais com 1% ou menos. Os resultados são da pesquisa Datamétrica, realizada nos dias 8 e 9 de junho.
Nas intenções de voto estimuladas, foram feitos dois exercícios: com Lula e sem Lula. Na simulação com Lula (PT), o ex-presidente aparece com 59%, Jair Bolsonaro (PSL) com 11%, Marina Silva (Rede) com 3%, Ciro Gomes (PDT) com 3%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 2% e o restante com 1% ou menos. Avaliando os estratos da pesquisa, vê-se que Lula é forte em todos os cortes. Na camada até o ensino fundamental, ele aparece com 68% das intenções. Entre os que têm 60 anos ou mais, ele atinge 74%.
E, por outro lado, no segmento de menor frequência de intenções de voto, que é de eleitores com até o ensino médio, ainda assim as intenções de voto no ex-presidente são elevadas: 46%. Do ponto de vista da distribuição geográfica, sua força é bem distribuída: 59% das intenções de voto da Região Metropolitana do Recife e 58% dos votos das demais mesorregiões agrupadas.

Intenção de voto espontânea para Presidente da República (% em relação ao total de cada coluna)
Pergunta: Neste ano vai haver eleições para Presidente do Brasil. Se as eleições fossem hoje, em quem o(a) sr(a) votaria?
Lula 41
Jair Bolsonaro 9
Ciro Gomes 2
Marina Silva 1
Geraldo Alckmin 1
Álvaro Dias 1
Manuela D´Ávila 0
Flávio Rocha 0
Branco/Nulo/Ninguém 23
Não sabe/Indeciso 21
Não opinou 2

Intenção de voto estimulada para Presidente da República – Cenário 1 (% em relação ao total de cada coluna)
Pergunta: Se as eleições para Presidente fossem hoje, e os candidatos fossem estes, em qual deles o(a) sr(a). votaria?
Lula 59
Jair Bolsonaro 11
Marina Silva 3
Ciro Gomes 3
Geraldo Alckmin 2
Álvaro Dias 1
Manuela D´Ávila 1
Henrique Meirelles 0
Flávio Rocha 0
Guilherme Boulos 0
Branco/Nulo/Ninguém 16
Não sabe/Indeciso 5
Não opinou 1


Paulo Camara tem de aceitar Marília: PSB entre PT e Ciro



O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi aconselhado a desistir de tentar convencer o PT a retirar a candidatura de Marília Arraes, sua principal opositora no Estado, em troca da neutralidade do seu partido na eleição presidencial. 
O PT só aceita retirar o nome de Marília mediante coligação nacional das duas legendas na eleição presidencial. Tese já rejeitada pelos pessebistas. “Tá faltando Lexotan em Pernambuco”, provoca Silvio Costa (Avante), que disputa o Senado na chapa da petista.
A direção do PSB se reúne no próximo dia 30 para definir a posição do partido na eleição presidencial. Vai para a convenção nacional, dia 5 de agosto, com a decisão tomada.
O secretário-geral, Renato Casagrande, diz que a tendência é aprovar o apoio a Ciro Gomes (PDT).



quarta-feira, 18 de julho de 2018

Taxa de MORTALIDADE INFANTIL em PE aumenta 8,27% e supera média nacional



Pernambuco registrou um aumento de 8,27% na taxa de mortalidade infantil em 2016, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo o levantamento, esse percentual é superior à média nacional, que fechou o mesmo ano com alta de 4,8%, o que equivale a 14 mortes por mil nascidos vivos. O Brasil não registrava um aumento na taxa desde 1990.

Em 2015, Pernambuco registrou 14,5 óbitos por mil nascidos vivos. No ano seguinte, essa média subiu para 15,7 óbitos. A Secretaria de Estadual de Saúde (SES) apresentou números distintos: média de 14,7, em relação a 2015, e 15,8 para o ano de 2016. No cálculo com os dados do governo estadual, chega-se a 7,48% de aumento. A pasta informou que fatores como negligência no envio de dados por parte dos municípios podem causar variações nos números.